CORAÇÃO SARADO


Não existe receita pronta para fazer da vida um mar de rosas, mas existe com todas palavras, um manual para torna-la  um verdadeiro oceano de injúrias e desgostos.

Quando a ofensa fere o coração, os sintomas da ira tendem a aparecer e são expressados sutilmente ou abertamente aqui ou ali, desde uma palavra inflamada a um olhar incerto e odioso, o que temos no peito tende a fluir. O efeito da dor da ofensa instantaneamente vai dominando e influenciando a vida.

Mas, o que fazer para evitar o reino do ódio? Antes de qualquer palavra, o amor tem que ser praticado, amar é um exercício diário. De nada adiantará querer mudar, sem tentar, sem agir…

A maior dificuldade não está em convencer alguém, mas em convencer a si mesmo, que é preciso liberar perdão a quem intentou te ofender.
Hoje, como nunca é tempo de perdoar… Por mais escuro que seja o ódio e a mágoa, um pouco mais de amor pode clarear e dissipar todas as trevas de contenda e injúrias.

Experiente hoje pedir perdão a alguém, mesmo que seja você o ofendido… Lembre-se que amar é um exercício diário, quando mais se pratica mais sarado seu coração e alma vão estar. Por isso, tente, aja… Perdoe e faça a diferença, não a indiferença!

Se precisar guardar algo dentro de você, armazene a energia positiva do amor, fluindo perdão quantas vezes for necessário. Você pode, se você quiser, tentar e agir.

Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Efésios 4:26

Michael Cyrus